A ESCOLA
SOBRE NÓS

Tudo começou com um sonho e com muita vontade de formar uma escola de referência educacional.

Três jovens, duas fonoaudiólogas amigas de faculdade, Silvia e Mônica, e uma psicóloga, Lêda, unidas pela vontade de colocar em prática alguns dos ensinamentos que tiveram durante a vida acadêmica e por outros tantos desejos que se misturavam ao anseio de criarem uma escola. E assim, em 1991, nasce a Projeto Vida!

Inicialmente, é instalada em um prédio pequeno, na mesma rua, Sóror Angélica, atendendo alunos de Educação Infantil.

Quantos desafios! O primeiro deles, a matrícula de um aluno com necessidades especiais, provocando uma longa jornada de estudos, informações, criação de recursos e capacitação para lidar com a nova realidade - os alunos em situação de inclusão.

O espaço era um pouco apertado, um desafio importante a ser resolvido. Enquanto isso, das janelas podia-se ver um espaço verde muito grande, quase uma miragem para os padrões imobiliários de uma cidade grande como São Paulo – O Sítio Santa Luzia. A moradora Maria Augusta, tia Menina – como era conhecida por todos - uma senhora muito simpática e generosa, permitia que os vizinhos retirassem água da bica que lá existia.

Um lugar encantador! Com 2000m2 repletos de árvores centenárias e uma casa construída em taipa de pilão, com mais de 200 anos, que foi moradia de bandeiristas e de Joaquim Eugênio de Lima, engenheiro responsável pela construção da Avenida Paulista.

“É ali que as crianças deveriam brincar!”, sonhavam acordadas. Afinal, o lugar ideal para o sonho se concretizar.

Após o falecimento de tia Menina, seu sobrinho e herdeiro, o Sr. Caparica, que quando criança havia brincado muito por lá, foi sensível à proposta de transformar o local em uma escola.

Finalmente um espaço digno para uma proposta pedagógica inovadora - um espaço que dá oportunidade de contato diário com a natureza: plantas, frutas, animais, terra, pássaros.

Em 1982, o Sítio Santa Luzia foi tombado pelo CONDEPHAAT como patrimônio arquitetônico da cidade de São Paulo. Esse é o cenário que abriga, até hoje, a Unidade de Educação Infantil da Escola Projeto Vida!

Em 1996, muito perto dali, no bairro da Casa Verde, Rua Waldemar Martins, a inauguração da Unidade de Ensino Fundamental, local onde anteriormente funcionava uma garagem de ônibus.

Muitas transformações e adaptações para que o espaço abrigasse a escola com conforto e recursos adequados. À medida que o número de alunos foi crescendo, inovações foram surgindo – cobertura da quadra grande, criação do Espaço Cultural, construção de dois prédios para o Ensino Fundamental II, mais uma quadra, uma linda biblioteca, além de uma área especial para os Cursos Complementares.

Modernizar instalações e adaptá-las às novas necessidades, criar novos espaços para novas propostas - um constante movimento de transformação e superação que faz parte da cultura e da história dessa escola.

Em 2016, 25 anos de vida!

Como um presente, a escola firma parceria com um grupo de educadores especializados no Ensino Médio e torna-se sócia no Colégio Novo Pátio, um outro espaço especialmente projetado e voltado para os adolescentes, para o segmento do Ensino Médio.

Essa é a história de uma escola de muitos projetos que, colocados em prática, modificam-se de acordo com cada etapa de formação da vida e das transformações do mundo. Uma história em construção!

IDENTIDADE

FORMAÇÃO CULTURAL

Consideramos a formação cultural um princípio e por isso prevemos ações intencionais dirigidas aos alunos, funcionários e famílias.


RESPEITO ÀS DIFERENÇAS

Consolidamos ações que viabilizam a defesa e a prática da dignidade humana, o respeito às diferenças, solidariedade, e às leis e às formas simbólicas de inserção do sujeito nas instâncias coletivas.

FORMAÇÃO DE VALORES

A história da Escola Projeto Vida está solidamente apoiada em valores humanos e éticos e na convicção de que princípios democráticos e o exercício da cidadania são também pilares do seu fazer pedagógico.

PEDAGOGIA ATIVA

Oferecemos situações de ensino que possibilitam o protagonismo do aluno, a aprendizagem com significado - sentido e contextualização, desafios, criatividade, colaboração e uso de novas tecnologias.