Escola Projeto Vida e Colégio Novo Pátio fazem formaturas no sistema drive-in durante a pandemia

 

Depois de um ano com tantos desafios como 2020, alunos do 9º ano da Escola Projeto Vida e do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Novo Pátio – instituições parceiras – terão a oportunidade de celebrar o encerramento de seus ciclos escolares em uma formatura diferente, no sistema drive-in, como os antigos cinemas a céu aberto!

Para possibilitar as cerimônias durante a pandemia da Covid-19, a equipe pensou em um modelo que garantisse o distanciamento social e respeitasse os protocolos sanitários elaborados pela consultoria Escola Segura, especializada em saúde em ambientes escolares. “Foi a maneira que encontramos de coroar o esforço de nossos alunos nesse ano atípico e comemorar o encerramento de seus ciclos”, afirma Mônica Padroni, diretora da Escola Projeto Vida.

O evento acontecerá no dia 18 de dezembro na Arena Vibez, estacionamento da escola de samba Águia de Ouro, transformado em um espaço para apresentações no modelo drive-in. O aluno formando tem direito à entrada de dois automóveis, com no máximo quatro pessoas em cada um. Todos devem permanecer nos veículos e, caso precisem ir ao banheiro ou algum apoio da organização, é só acionar o pisca alerta e aguardar a orientação de um funcionário.

Serão realizadas três sessões, uma para os estudantes que finalizam o Ensino Médio no Colégio Novo Pátio e duas para os alunos que terminam o Ensino Fundamental na Escola Projeto Vida, com cerca de 70 a 80 carros participantes por vez. Na telona, serão projetadas fotografias, vídeos de homenagem e um certificado gigante como símbolo do diploma – que será entregue posteriormente na escola, com distanciamento social e respeito aos protocolos sanitários. Poucos alunos escolhidos como oradores subirão ao palco para prestar suas homenagens em nome das turmas.

Cinema

A formatura do 9º ano da Projeto Vida terá até mesmo a exibição de um filme produzido pelos próprios alunos! Tradicionalmente, a escola fecha o ciclo do Ensino Fundamental com o Projeto Teatro, em que os estudantes se envolvem durante um ano e meio na montagem completa de uma peça, desde a escolha do texto, adaptação para o teatro e ensaios até a elaboração de figurinos, cenários, trilha sonora e iluminação.

A turma formanda começou no ano passado o projeto da peça Os mundos de Raimundo, baseada no livro A terra dos meninos pelados, de Graciliano Ramos. Mas com o fechamento das escolas, o projeto precisou ser repensado. “Caminhar para o filme movimentou muitos saberes dos alunos. O mais importante foi a garra para superar as dificuldades. A opção seria não fazer, deixar naufragar um projeto que começou com bastante empenho, mas todos arregaçaram as mangas”, diz Bete Vecchiato, coordenadora cultural da Projeto Vida. 

Transformar a peça em filme não seria um trabalho simples nem mesmo com as aulas presenciais, mas o ensino remoto transformou a tarefa em um desafio ainda maior. Desde a adaptação da linguagem até os entraves técnicos, tudo precisou ser superado com união, paciência e dedicação de cada um dos alunos e profissionais envolvidos. Para que os adolescentes pudessem contracenar “no mesmo ambiente”, foi usado o recurso chroma key, em que se grava com um fundo azul e depois o cenário é substituído virtualmente. 

Os desafios e conquistas do projeto foram mostrados pelos estudantes no site especialmente desenvolvido por eles. Para acessar, clique aqui.

Para conferir um trechinho do filme, acesse aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *