A EDUCAÇÃO
FUNDAMENTAL I

A EDUCAÇÃO | FUNDAMENTAL I
PROPOSTA PEDAGÓGICA

Nossa proposta pedagógica para o Ensino Fundamental I parte da concepção do aluno como sujeito ativo no processo de aprendizagem, dotado de ideias e conhecimentos a serem considerados pelos educadores na organização do trabalho. O ensino, permeado por valores humanitários, é tratado em suas diferentes dimensões: cognitiva, social, afetiva, moral, física e estética. Nossas práticas favorecem situações significativas, em que as crianças e adolescentes aprendem a aprender, cooperam cotidianamente com seus pares, enfrentam desafios que estimulam seu desenvolvimento constantemente e ampliam seu universo cultural.

O compromisso com a formação leitora de nossos alunos, com a investigação científica, com a valorização dos conhecimentos históricos e contemporâneos e com o ensino da matemática está presente nas diferentes abordagens metodológicas desenvolvidas. A tecnologia é uma importante aliada do nosso trabalho. Todas as atividades com o uso de recursos tecnológicos são pensadas valorizando a singularidade de cada turma e de forma lúdica e desafiadora, com o intuito de tornar o processo de aprendizagem mais significativo e dinâmico.

FORMAÇÃO CULTURAL

Um dos eixos de nossa proposta pedagógica é a formação cultural. Fomentamos valores culturais e as diferentes linguagens artísticas nas aulas de artes plásticas, música e teatro, presentes no currículo ao longo do Ensino Fundamental. Línguas estrangeiras também ampliam o repertório cultural e são valorizadas em nosso trabalho. No Fundamenal I, oferecemos um programa de educação bilíngue em inglês dentro da grade curricular para todos os alunos.

A cultural corporal de movimento, outro eixo de nossa proposta, agrega conhecimentos relacionados a jogos, brinquedos e brincadeiras, danças, lutas e diversas outras práticas e está presente na área curricular de educação física.

ÉTICA E AUTONOMIA

A formação ética e moral é outro importante eixo, que ao longo da escolaridade toma contornos diferentes e ganha profundidade com projetos específicos para cada fase, como o programa Amigos do Zippy, o Projeto Convivência, o Recrio-Recreio e a Assembleia de Classe.

Entendemos o progressivo desenvolvimento da autonomia dos alunos como um processo que deve ser orientado e acompanhado pelos educadores, para que alcancem níveis crescentes no que se refere à postura de estudante.

FLUÊNCIA LEITORA

Ler por prazer, ler para se informar, ler para escrever, ler para conhecer outros mundos. Essas são as principais funções da leitura que nossa Biblioteca Monteiro Lobato desenvolve no dia a dia.

O trabalho da biblioteca busca formar leitores de literatura, o que implica em familiarizar os alunos com textos de qualidade, encantá-los com histórias ouvidas ou lidas, criando um ambiente acolhedor, de modo a estimular a leitura individual e a retirada de livros. Para tal, garante o acesso à informação nas mais variadas fontes, como livros, jornais, revistas, gibis, cd-rom, folhetos, filmes, imagens e internet. Também ensina o aluno a pesquisar, selecionar, relacionar e confrontar dados, para que ele seja o criador de seu próprio texto, como leitor ativo do mundo.

Realizamos diversas rodas de leitura na biblioteca. Para cada série, há um elenco de estratégias a fim de promover o incentivo e o gosto pela leitura. Um de nossos pilares é a formação de leitores, com ações que começam na Educação Infantil e vão até o 9º ano.

Possuímos um espaço acolhedor e cuidadosamente preparado para que nossos alunos possam desenvolver atividades variadas, ligadas à leitura e trabalho escolar. Como resultado, nossa biblioteca é diariamente ocupada pelas crianças e adolescentes mesmo fora dos horários regulares de aulas, como recreio e contra-turno.

LEITURA COMPARTILHADA

Outra estratégia utilizada é a leitura compartilhada, pois permite a ampliação da proficiência dos alunos em textos mais extensos e complexos. A partir da leitura prévia de cada parte, a professora promove a discussão coletiva das mesmas, ensinando procedimentos de recuperação da parte lida anteriormente.

O trabalho de discussão compreende também a mobilização de capacidades de leitura para a atribuição de sentido ao texto, considerando suas características mais específicas. Além disso, esta modalidade permite ainda o trabalho com a obra de determinado autor, pois possibilita a problematização de suas especificidades de estilo e de tratamento temático.

É uma modalidade essencial para formação de leitores, uma vez que é possível, por meio dela, a construção de autonomia leitora progressiva. A professora explicita as estratégias de leitura que todo leitor proficiente já traz incorporadas.